Morador acompanhado de visitante curte o Eco Park de graça

Uma das atrações é a fazendinha, com cavalos, ovelhas, miniporcos, porquinhos-da-índia, vacas, ovelhas até lhamas.

Apoie! Siga-nos no Google News

Moradores de Foz do Iguaçu acompanhados de visitantes de outras cidades entram de graça no Eco Park. Sem acompanhante, o valor do ingresso ainda é bem acessível: R$ 15.

Além de curtir as atrações do espaço dedicado ao cuidado com os animais e à Mata Atlântica, o visitante contribui para a proteção das onças que vivem no Parque Nacional do Iguaçu. Parte da arrecadação com as entradas vai para ações de conservação.

LEIA TAMBÉM: Eco Park ajuda a manter turista mais tempo em Foz do Iguaçu

A isenção ao “Morador Anfitrião” ocorre mediante apresentação de um comprovante de residência e de um documento pessoal com foto. O Eco Park abre diariamente das 9h às 17h.



A fazendinha encanta pessoas de todas as idades. São cavalos, ovelhas, miniporcos, porquinhos-da-índia, vacas, cabras e ovelhas, bem como um casal de lhamas e uma dupla de avestruzes.

Durante o passeio, com instruções da equipe do Eco Park, é possível interagir e até alimentar os animais. Outra atração é o aviário Imersão das Aves, com dezenas de espécies.

“A maioria deles chegou ao Eco Park após ser resgatada do tráfico de animais silvestres e maus-tratos”, informa a assessoria do atrativo. Por fim, o visitante assiste a apresentações de cavalos e voo das aves de rapina.
Esse é um momento de educação e aprendizado sobre a proteção e readaptação de aves de rapina acolhidas. Os instrutores explicam a origem da arte da falcoaria e sua importância histórica no desenvolvimento da sociedade e na conservação das aves.

A equipe reabilita as aves para o voo e para seus comportamentos naturais, levando-as a ter uma vida de acordo com a biologia de cada espécie e estimulando níveis positivos de bem-estar. É possível observar o voo das aves em busca de alimento.

Compromisso com a natureza

Parte do valor dos ingressos do Eco Park é destinada para o apoio ao projeto Ciscando o Futuro, que está construindo galinheiros em propriedades rurais da região. Os espaços não são acessíveis a onças-pintadas, o que preserva a produção, além de agregar valor e gerar renda.

Os produtores rurais são dos municípios lindeiros ao Parque Nacional do Iguaçu. A ação é desenvolvida em conjunto com o projeto Onças do Iguaçu, que além do suporte técnico concede do selo de Amigos da Onça aos proprietários de áreas.

“Existe todo esse cuidado porque uma das maiores ameaças a esses felinos é a caça por retaliação de ataques às criações de animais domésticos nas fazendas, sítios ou chácaras”, expõe o Eco Park. O primeiro galinheiro fica em Matelândia.

Eco Park

O Eco Park está localizado ao lado do Complexo Dreams Park Show, na Avenida das Cataratas, principal corredor turístico de Foz do Iguaçu, bem pertinho das Cataratas do Iguaçu. É possível ir diretamente à bilheteria, na Rua Cruz Alta, ou na bilheteria do Dreams Park Show, que disponibiliza transfer aos visitantes.

Mais informações sobre o trabalho desenvolvido no Eco Park: dreamsecopark.com.br.

LEIA TAMBÉM