Site de reservas indica Cataratas do Iguaçu como opção de viagem sustentável

Saltos em meio à vegetação da margem argentina do rio Iguaçu. Imagem: Iguazú Argentina / Facebook.

Lista do portal Booking.com cita Puerto Iguazú e destinos na Suécia, Holanda, Colômbia e Tanzânia.

A retomada do turismo internacional ainda é tímida, mas as Cataratas do Iguaçu seguem bem posicionadas nas recomendações dos portais de viagem e hospedagem. Nesta semana, foi a vez do Booking.com, especializado em reservas de hotéis, indicar Puerto Iguazú como opção para viagens sustentáveis.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

O portal listou cinco destinos, tendo como parâmetro a alta adesão dos estabelecimentos de hospedagem aos protocolos de sustentabilidade ambiental. Além da cidade argentina da fronteira, a recomendação inclui Estocolmo (Suécia), Amsterdam (Holanda), Villa de Leyva (Colômbia) e Arusha (Tanzânia).

Sobre Puerto Iguazú, o Booking.com afirma que “é o destino ideal para visitar o magnífico Parque Nacional Iguazú, que hospeda as Cataratas, declaradas patrimônio da humanidade pela Unesco e eleitas uma das sete maravilhas naturais do mundo”.

“Para ajudar a preservar a biodiversidade e proteger o parque e a comunidade local, a indústria hoteleira impulsionou várias iniciativas (por exemplo, para limpar as ruas e coletar resíduos) com o objetivo de assegurar que a quantidade de turistas não afete de maneira negativa a região ou as pessoas que vivem ali”, descreve o portal.

Em dezembro de 2021, ao publicar uma lista de destinos brasileiros, o Booking.com citou Foz do Iguaçu como opção para hospedagem sustentável, mostrando que os dois lados das Cataratas têm avaliações positivas dos usuários da ferramenta.

Relatório 2022

Conforme o Relatório de Viagens Sustentáveis 2022, que ouviu mais de 30 mil entrevistados em 32 países, 96% dos viajantes brasileiros consideram importante avaliar os parâmetros ambientais de um destino. O percentual é o terceiro maior do mundo, atrás apenas do apontado por quenianos e vietnamitas.

A pesquisa mostra que 93% dos turistas do país gostariam de reservar uma acomodação sustentável, por pelo menos uma noite, nos próximos 12 meses. Por outro lado, 41% dos entrevistados brasileiros admitiram que não procuram práticas sustentáveis de uma propriedade antes de selecioná-la (clique aqui para ler outros dados do relatório).

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.