H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Paulo Bogler com assessoria

R$ 1 milhão recuperado pela Operação Pecúlio vai para o Hospital Municipal combater o coronavírus 

R$ 1 milhão recuperado pela Operação Pecúlio vai para o Hospital Municipal combater o coronavírus 
Justiça Federal aceitou pedido do MPF para a destinar o recurso à unidade hospitalar de Foz do Iguaçu (Foto: Marcos Labanca/Arquivo )

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu, receberá mais de R$ 1 milhão em recursos obtidos pela Justiça de colaborações da Operação Pecúlio/Nipoti. O dinheiro deverá ser aplicado no enfrentamento à covid-19. A unidade hospitalar é referência para tratamento da doença da região.

O juíz da 3ª Vara Federal de Foz do Iguaçu aceitou, nesta quarta-feira, 25, o pedido formulado pelo Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) referente à destinação de parte dos valores de colaboração firmados na Operação Pecúlio/Nipoti.

Conforme o MPF, a operação teve 16 acordos de colaboração premiada que totalizam mais de R$ 9 milhões em multa e reparação de danos. A decisão atual da Justiça envolve apenas o dinheiro que já estava depositado: R$ 1.041.353,52. 

O MPF reproduziu parte da sentença da decisão do juíz. Ele afirma que a iniciativa dos procuradores é acertada, "e mostra coerente que sejam imediatamente utilizados para aquisição de materiais e equipamentos médicos necessários ao enfrentamento da Pandemia Covid-19, no âmbito de seu respectivo destinatário, o Hospital Municipal Padre Germano Lacuk", diz o despecho judicial. 

Além do recurso liberado pela Justiça Federal para o enfrentamento à covid-19, cerca de R$ 4.400 milhões retornados aos cofres públicos, no âmbito da Operação Pecúlio/Nipoti, já foram utilizados em obras na área da saúde pública, aquisição de maquinários para o setor de obras, entre outros investimentos. 

A Operação Pecúlio/Nipoti investigou esquema de fraudes na administração pública de Foz do Iguaaçu, no período de 2013 a 2016, durante a gestão do ex-prefeito Reni Pereira. 

(Com informações do Ministério Público Federal do Paraná)

Leia também

Reviravolta. Justiça suspende ações penais da Operação Pecúlio/Nipoti 

X