Foz do Iguaçu está entre as cidades ‘queridinhas’ para turistar no país

Ecoturismo, sol, natureza e belezas ambientais são o que mais atrai os viajantes pelo Brasil, mostra pesquisa.

Apoie! Siga-nos no Google News

Uma das cidades “queridinhas”, Foz do Iguaçu se destaca em sexto lugar como destino turístico de maior interesse dos brasileiros em 2024. O dado é de levantamento do Ministério do Turismo (MTur) e do Instituto de Pesquisa de Reputação e Imagem, sobre as tendências do ano.

LEIA TAMBÉM:
Parque Nacional do Iguaçu terá programação especial para o carnaval
Movimento no aeroporto cresce 27% e fecha 2023 com quase 1,9 milhão de passageiros

Os locais de visitação no país que atraem os turistas, responderam os participantes da pesquisa, são os que dispõem de ecoturismo, sol e natureza. Mas outros fatores também influenciam na hora da decisão.

Na lista de preferências, Foz do Iguaçu ficou à frente de Maragogi (AL), Bonito (MS), Chapada dos Veadeiros (GO) e Ilha de Marajó (PA). E vem depois de Salvador (BA), Fernando de Noronha (PE), Rio de Janeiro (RJ), Lençóis Maranhenses (MA) e Florianópolis (SC).



A radiografia do MTur aponta que sol e praia são os principais motivadores das viagens (59%). Natureza e ecoturismo, abundantes em Foz do Iguaçu, a Terra das Cataratas, ficam em segundo lugar (27%). Saúde e bem-estar estão na preferência de 20%; e turismo de aventura aparece com 16%.

“Os locais que oferecem belezas naturais para atrair visitantes também saem na frente”, informa a Agência Municipal de Notícias (AMN). Na radiografia, 31% das pessoas apontaram esses atrativos como fatores para turistar. Em seguida, na lista, pelas entrevistas, surgem:

  • preço baixo/favorável: 25%;
  • reencontro com familiares/amigos: 23%;
  • boas avaliações: 15%.

Para o Ministério do Turismo, a pesquisa reforça o interesse do brasileiro em querer viajar pelo seu próprio país. “Isso é importante para a construção de novas políticas públicas que ajudem a ampliar a capacidade do turismo de impulsionar a economia”, avalia o ministro do Turismo, Celso Sabino.

Turistar

A pesquisa de tendências soma 2.029 entrevistas domiciliares, com pessoas a partir de 16 anos, em todos os estados, entre 7 e 11 de dezembro último. O levantamento traz informações, ainda, a partir de quotas de sexo, idade, região, escolaridade e renda.

(Com informações da Agência Municipal de Notícias)

LEIA TAMBÉM